segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Comigo Não - Violência Contra a Mulher




 A Specialità Lingerie está promovendo a campanha #ComigoNão, e eles me convidaram para falar sobre ela no meu blog! Me senti honrada em ter sido convidada para abordar um assunto de extrema importância!


Existe uma realidade assustadora que acontece bem pertinho da gente, mas que muitas vezes passa desapercebida: A Violência Contra Mulheres a cada ano atinge níveis mais alarmantes no Brasil. Estatísticas do IPEA apontam dados muito sérios e que não podem ser ignorados. Sete em cada dez mulheres já sofreram ou vão sofrer uma situação de agressão, seja ela física ou psicológica, em algum momento da vida. Destas mulheres, a grande maioria jamais vai falar sobre este assunto, levando consigo cicatrizes irreparáveis, mas invisíveis aos nossos olhos.

A situação é ainda pior quando falamos de Violência Doméstica: Das mulheres que sofrem algum tipo de violência física, 80% afirmam que a agressão aconteceu em suas casas, sendo que a maior parte delas jamais irá procurar ajuda da polícia, grupos de apoio ou da Delegacia da Mulher.


E para piorar esse quadro, o IPEA constatou que 56% dos homens admitem que, em algum momento da vida, já cometeram algum tipo de agressão a mulheres, seja ela uma “cantada” inconveniente, algum tipo de humilhação pública, atos de opressão ou agressões físicas, verbais e morais.

Todas estas estatísticas alimentam a mais pavorosa das constatações: No Brasil, a cada 15 minutos, uma mulher é assassinada.


Pensando nisso, a Specialità Lingerie criou a campanha COMIGO NÃO, que busca conscientizar e alertar não somente as mulheres, mas toda a sociedade, para que tenhamos uma mudança na cultura desigual que hoje reflete em estatísticas alarmantes sobre a condição da mulher.
Devemos soltar esse grito #COMIGONÃO pois estamos juntas nisso e chega ser cultural o ato de ser assediada na rua, de pensar em qual horário sair de casa e tipo de roupa usar, como vítimas dessas situações e outras piores nos colocando também como causadora dessa violência temos que dar um basta nesse pensamento!  A nossa luta é diária enfrentando o assédio disfarçado de cantada, de relacionamentos opressores de porque somos mulheres e temos que nos comportar seguindo regras e códigos como "moças direitas" (que merecem respeito) e as que não seguem esse padrão não merecem ser tratadas com respeito. Basta! Somos mulheres, somos fortes e lutamos pela igualdade de ter os mesmo direitos e que essa violência não seja algo comum na sociedade e sim algo abominável e que esses números caiam a cada dia, essa é a nossa luta.

É muito importante se conscientizar dessa violência e não ficarmos caladas! Essa luta é nossa as mulheres que sofrem com abuso e violência se calam e se fecham tentando criar um lugar seguro em sua mente mas nós podemos estender uma mão amiga para socorre-las e além disso podemos denunciar através do telefone 180 não precisa se identificar para denunciar! Uma ligação pode salvar uma vida e tirar uma de nós do abismo!



 A violência está na nossa cidade, bairro, na casa do lado a nossa ou até mesmo debaixo dos nosso olhos.
Vamos juntas nessa luta! Comigo não e nem com ninguém!

Conheça a campanha:
www.specialitalingerie.com.br/comigo-nao
www.facebook.com/comigonao

6 comentários:

  1. adorei o post! esse tipo de campanha é super importante pras mulheres se conscientizarem e denunciarem cada vez mais!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade precisamos de mais apoio e leis que nos protejam bjs

      Excluir
  2. Violência contra todos é crime!! Ninguém merece ser agredido e o agressor sair impune. amei o post.

    http://blogfriendzone.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Sofri violência e sei exatamente o que é isso. Mas a justiça muitas vezes não coopera, lógico que fiz minha parte, denunciando, mas até hoje o processo está rolando lá.
    É algo ainda muito complicado que precisa ser posto em prática pelas autoridades
    Mega beijo
    Me visita?
    blogueirasara.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi linda verdade o maior problema alem de muitas vitimas não denunciarem quando denunciam a violência o processo se arrasta ainda é muito complicado no Brasil mas está evoluindo aos poucos Bjs

      Excluir

Veja Também